/blog

Resumo do AWS re:Invent 2013 e dicas das novidades

Participamos do Reinvent 2013 – o evento mundial do AWS em Las Vegas – e gostaríamos de compartilhar as novidades e dicas que encontramos por lá.

Lançamentos principais

  • Amazon Workspaces – desktop na nuvem. Não precisa dizer muita coisa 🙂
  • Amazon Appstream – executa uma aplicação na nuvem e faz o ‘stream’ para qualquer tipo de aparelho – PC, tablet, celular. Veja mais detalhes neste link;
  • Amazon Cloudtrail – geração de arquivos de log JSON no S3 de todas as chamadas de APIs;
  • PostgreSQL no RDS – AWS passa a gerenciar sua base PostgreSQL. Inclui PostGIS, fulltext search, entre outros. Clique no link para todos os detalhes!
  • Amazon Kinesis – serviço para processamento massivo de dados em tempo real. Basicamente uma forma padronizada para ajudar a processar um fluxo gigantesco e contínuo de dados de forma contínua. Foi demonstrada uma aplicação que consome os dados do Twitter em tempo real;
  • Instâncias C3 – nova geração para instâncias com melhor custo/benefício para quem precisa de mais CPU – veja dicas logo abaixo;
  • Instâncias I2 – nova geração para instâncias que exigem muito I/O – em breve;
  • MySQL – Read Replicas entre regiões – é possível criar uma instância ‘read-only’ de MySQL em outra região – ainda serão divulgadas mais informações;
  • Cópia de snapshot de Redshift entre regiões;
  • Índices secundários globais no DynamoDB – qualquer coluna pode ser ter índice e pode haver mais de uma combinação de ‘hash + range key’ por tabela. Esta característica acaba com a necessidade de ‘scan’;

Curiosidades

  • Este post resume bem o que aconteceu além dos lançamentos técnicos 🙂
  • Para quem não tinha visto anteriormente: Quadrante mágico do Gartner – AWS é 5 maior que todas as 14 empresas concorrentes listadas e somadas!
  • Um dos cases mostrados da empresa Dropcam, que faz upload de vídeo para a nuvem (S3 da Amazon), já coloca mais vídeos por minuto do que o Youtube!
  • Outro case do AirBNB, afirma que a empresa possui mais de 1.000 com somente 5 pessoas cuidando de todos eles…

Dicas – coletamos algumas dicas das palestras técnicas que assistimos e de bate-papos com os gerentes de produto do AWS:

  • Esqueça as instâncias grandes da geração passada (tipo ‘m1’). Utilize as instâncias C3. Veja uma comparação entre o m1.medium e o c3.large. Por cerca de 25% a mais de custo em US$, ganha-se 300% de performance de CPU!

instancias-c3

    • OBS 1: notem que o C3 começa em c3.large. É bem possível que no futuro sejam lançadas instâncias menores…
    • OBS 2: se você usa instance-store ou então ephemeral disk, as instâncias C3 rodam em SSD. Ou seja a performance de disco local é altíssima!
    • OBS 3: dá para habilitar ‘networking avançado’ para melhor performance de rede, mas ainda não é imediato. Confira.
    • OBS 4: o Cloud8 já suporta as instâncias C3 na criação, upgrade/downgrade e agendamento de servidores 🙂
  • PostgreSQL. É muito recomendado migrar sua base PostgreSQL para o RDS. Um dos grandes problemas que o PostgreSQL possui quando executado no EC2 é que a realização periódica do ‘vacuum’ (otimização e compactação dos dados) muda praticamente todos os blocos do storage. A posterior realização do backup/snapshot deste servidor irá duplicar todo o disco gerando custo desnecessário, além de elevar o tempo de backup (as vezes em horas!)
  • TestDrive: o AWS está preparando ‘stacks’ completos para se testar. Você pode provisionar em minutos uma estrutura completa – VPC, load balancers, servidores, storage – de Exchange Server 2013 em Alta Disponibilidade sem necessidade de conhecimento do passo a passo do setup.
  • Serverless: com o lançamento do SDK para Javascript, ‘Web Identity Federation‘ e integração das permissões IAM diretamente nas colunas do DynamoDB, já dá para criar aplicações que não precisam de servidor como intermediário.
  • CloudFormation: para quem ainda não conhece, vale muito a pena estudar este recurso e se aprofundar. Ele permite tratar ‘infraestrutura como código’. Versionamento, deploy, etc.

Em breve o AWS deve publicar todos os vídeos das sessões técnicas. Fiquem de olho!

Equipe Cloud8

Comentários