/blog

Novas tarefas agendadas, múltiplos perfis de acesso, motivo para auditoria

Novas tarefas nos agendamentos

No começo do mês já havíamos anunciado a novidade de integrar scripts de negócios a um workflow agendado (modalidade chamada de URL e/ou EC2 Command).

Agora trazemos novas tarefas:

  • Reboot de RDS;
  • Reboot de EC2: já era possível Parar/Iniciar o servidor e agora pode agendar a execução do equivalente do ‘Reboot’ da máquina virtual;
  • Destruição agendada: agendar o término de um servidor. É possível criar uma sequência de tarefas como: Parar, Backup, Copiar para outra região e Destruir. Esta tarefa é bem útil quando há uma infraestrutura com tempo de ‘vida útil’.

E melhorias:

  • Execução de tarefas repetidas dentro do mesmo agendamento: ‘conectar a múltiplos Load Balancers’ dentro do mesmo evento. Não é mais necessário criar um agendamento para cada Load Balancer que o servidor precisa se conectar ou desconectar;
  • Execução de múltiplos scripts: reforçamos esta opção. Um cenário de negócio é executar um script antes do backup para ‘congelar’ o filesystem, realizar o backup e por último um script para ‘descongelar’;
  • Opção de alerta se o backup demorar demais: em alguns cenários o backup de um servidor não pode exceder um horário ou então entrar na janela do próximo backup (imagine um cenário de geração de hora em hora de snapshots). Este aviso possibilita que se tome alguma atitude em relação ao backup – como cancelar sua execução.

scheduler-bkptimeout

Relatório de custos diário e fechamento mensal: mais detalhes

A nova análise de custos proporcionou uma visibilidade grande quanto a alocação financeira. Seja dos produtos, tags ou combinação de quaisquer dimensões – é possível ir do total até o detalhe e ainda receber alertas e relatórios.

Agora disponibilizamos no email diário as informações mais resumidas e diretas por produto. Note como fica mais fácil saber como atuar e corrigir quaisquer surpresas!

aws-cost-report

Novos e múltiplos perfis

Uma novidade muito pedida pelos clientes é a criação de usuários com permissões específicas para atuar em componentes de diversas contas AWS e várias geografias. Por exemplo: usuário ‘A’ quer parar/iniciar os servidores de desenvolvimento da conta X,Y no Brasil e Vírginia, alterar RDS e editar os DNS de desenvolvimento – ainda sem poder saber dos custos e muitos menos visualizar os demais componentes e outras contas AWS.

Para chegar neste grau de minúcia, temos 4 perfis customizáveis que podem ser customizados por componente e ação e combinados entre si:

  • Servidores: ações de listar, ligar, desligar, rebootar, upgrade/downgrade, fazer backup, ver os custos;
  • Banco de dados: listar, rebootar, backup, upgrade/downgrade, ver custos;
  • DNS: listar, configurar em modo simples ou avançado, ver custos;
  • Relatórios/Métricas: métricas (CPU, discos, rede) dos servidores EC2

Ao criar um usuário, basta selecionar múltiplos perfis customizados!

Campo motivo para fins de auditoria

Implementamos novos campos nas ações diretas via Cloud8 para deixar registrado o motivo de determinada ação. Nos agendamentos também há um campo ‘motivo’ com o mesmo propósito.

Este campo fica registrado na auditoria para posterior consulta.

Um cenário de uso comum seria alguém registrar que parou ou iniciou um servidor em desenvolvimento fora de horário comercial pois precisava consertar um bug.

aws-reason-auditing

Alertas personalizados de estimativa de custos

Os clientes tem utilizado a nova análise de custos para gerar relatórios customizados e alertas.

Um dos casos de uso mais típicos tem sido controle de orçamento. Suponha que deseja receber relatórios diários para a combinação de tags: “Time” -> “Produto1”, “Produto2”, etc. Também pode criar alertas de orçamento ultrapassado para o gestor. Se já não bastasse todo este ferramental, agora você pode criar um alerta sobre a estimativa! Se o Cloud8 notar que a estimativa prevista irá estourar, um alerta será enviado e a ação corretiva pode ser executada o mais brevemente possível.

Experimente!

alert-estimate

Métricas internas de um servidor Windows

O AWS modificou a forma como gerava as métricas internas de um servidor Windows. Passou de scripts em perl a integração com o EC2Config.

Assim, atualizamos a nossa documentação e colocamos um exemplo do arquivo JSON para gerar as métricas internas que o Cloud8 pode mostrar ou então visualizar pelo console AWS dentro da área do CloudWatch:

O Cloud8 e a Amazon não monitoram a memória do meu servidor?

Dúvidas, críticas, sugestões? Entre em contato!

Conheça o Cloud8! Acesse nossa calculadora e simule o seu cenário, ou crie sua conta para um teste de 15 dias sem compromisso clicando aqui.

Comentários