/blog

Database news! RDS, Aurora Serverless, Google Cloud SQL, Azure SQL

RDS: melhorias Aurora e suporte a Aurora Serverless

O RDS é um componente praticamente imprescíndivel nos projetos de cloud, mas também é um dos que implica em maiores custos. O Cloud8 já vem ajudando na redução de custos por meio de iniciar e parar bancos de dados (ambiente de testes por exemplo) e upgrade/downgrade, bem como mudança entre MultiAz/SingleAz.

Outro fator preponderante é a segurança de dados. E nisto ajudamos com toda a gestão do ciclo de backup, disaster recovery (cópia para outra região) e backup off site (cópia cofre).

O Aurora – versões compatíveis ao MySQL e PostgreSQL do AWS – tem-se tornado muito popular e o AWS aumentou significantemente a opção de tipos. Com isto se tornou economicamente viável utilizar o Aurora para ambientes de testes com os tipos menores. A pedido dos clientes, incrementamos o suporte a automação de redução de custos e segurança para o Aurora.

Novidades Aurora:

  • Tão logo o AWS passou a suportar stop/start de instâncias Aurora, o Cloud8 também já suportou;
    Upgrade e downgrade;
  • Backup manual – permite que escolha precisamente o momento do backup, retenção flexível (AWS limita a retenção diária com o máximo de 35 dias) e a frequência de limpeza;
  • Cópia para outra região;
  • Cópia-cofre/backup offsite para uma outra conta AWS.

Aurora Serverless

  • Backup manual e políticas de retenção;
  • Catálogo, backup status e monitoração de eventos;
  • Análise de custos detalhada para cada instância;
  • o Aurora Serverless ainda não suporta cópia entre regiões e nem cópia cofre – mas tão logo o AWS libere o suporte já estamos preparados para suportar

Já para o RDS em geral, melhoramos o suporte a todas as ações quando há encriptação com KMS.

Suporte a Google Cloud SQL

O serviço de banco de dados relacional do Google Cloud é o Cloud SQL. O Google suporta o MySQL (primeira e segunda gerações – 5.6/5.7) e o PostgreSQL de forma gerenciada. Não é necessário instalações de componentes, atualizações, configurações, etc. O próprio Google entrega uma instância com todas as funcionalidades prontas para uso.

O Cloud8 suporta as seguintes automações de redução de custos e segurança:

  • Análise de custos por instância (e não agrupado no produto inteiro como no console GCP);
  • Inventário, informações detalhadas e edição de tags;
  • Suporte a agendamento por escolha de tags;
  • Ligar/desligar para redução de custos;
  • Métricas de CPU, conexões ao bancos, etc;
  • Backup manual e agendado;
  • Relatórios de Backup Status, backups realizados, etc;
  • Políticas de retenção GFS: escolha a frequência que quer manter os backups para fins de auditoria, retenção, complaince;
  • Exclusivo: Exportar os dados de um ou mais banco de dados para um arquivo SQL dentro de um bucket do Cloud Storage à escolha;
  • Cópia-cofre/backup offsite para um outro projeto GCP – se escolher um bucket em outro projeto (e der a permissão), tem os dados replicados offsite!

Suporte a Azure SQL Databases

A Microsoft como não podia deixar de ser, possui um serviço gerenciado do seu produto SQL Server conhecido como “Azure SQL Databases”. Nele é possível criar diversos bancos de dados SQL Server em diversos tiers com custos compatíveis com o nível de serviço: Basic, Standard e Premium. Além disto é possível escalar em termos de tamanho e número de ‘elastic pools’.

Suportamos o inventário de bancos SQL e a análise de custos individual de cada banco de dados. O Cloud8 não cobra por Azure SQL pois ainda queremos implementar mais funcionalidades de automação de redução de custos e de segurança.

Nota: o uso de banco de dados (RDS, Cloud SQL e Azure SQL) não é obrigatório no Cloud8. Você pode configurar as regiões que deseja incluir e excluir na sincronização de banco de dados – basta entrar na lista de provedores e clicando em “Configurar” escolher as regiões monitoradas.

Tem algo que gostaria de ver suportado em banco de dados? Conte-nos!

Comentários