Mais recursos para reduzir custos!

Nestes dias nada fáceis e imprevisíveis, o Cloud8 tem trabalhado com mais foco em uma de nossas principais missões: ajudar na redução imediata de custos.


A redução de custos pode ser obtida por meio da compreensão da estrutura de custeio, sua alocação, evolução, ‘obscuridades’ e melhor entendimento das características de uso dos componentes no seu cloud, seja AWS, Azure ou Google Cloud.

Entretanto, apenas a compreensão da situação geral não basta para obter ganhos com a redução no uso. O entendimento dos custos pode apontar para uma refatoração da arquitetura, ou então para a compra de componentes reservados (difícil pensar em gastar milhares de dólares na incerteza e no pico da alta do dólar!). Estas opções certamente ajudariam mas não são as melhores para o momento atual. O que se busca, no fim, é ganhar tempo e gastar o mínimo necessário, sem esforço/desvio do foco no produto/cliente.

Para cortar custos de forma imediata são necessárias ações pró-ativas, com base no aconselhamento. Neste cenário o Cloud8 é ideal para salvar preciosos dólares a partir de hoje.

Muitos clientes tem nos consultado e gostaríamos de compartilhar, neste newsletter, as últimas novidades e dicas para utilizar o Cloud8 e começar a reduzir custos.

[Gestão Custos] Suporte a moeda: Real vs Dólar

Atendendo a diversos pedidos, todo o nosso ferramental relacionado a custos passa a suportar a visualização em Dólar e Real. Único no mercado, todas as funcionalidades de notificação, relatórios, orçamentos, anomalias, revenda, etc são acompanhadas nas duas moedas. Como a grande maioria dos orçamentos nas empreas é feita em reais, nada mais prático do que acompanhar na moeda correta e entender como as oscilações do dólar afetam as metas.

Para os provedores que cobram diretamente em Real, usamos a cotação do provedor. Para os provedores que cobram em dólar atualizamos a cotação diariamente com o valor médio entre compra e venda do dólar comercial.

Se precisar de um dólar ‘customizado’, fale conosco, pois também suportamos!

 

[Gestão Custos] Custos Apps

Lançamos recentemente uma aplicação interna que chamamos de ‘Custos Apps’. Assim como a sua aplicação-par, o ‘Custos Analytics’, a função primária é dar visibilidade e trazer entendimento sobre os custos

O Apps traz visões prontas e entendimento imediato, enquanto o Analytics, como o próprio nome diz, é uma plataforma para explorar os dados, fazer buscas e “drilldown” nos produtos técnicos e tags de negócios. Atualizamos a aplicação de “Tabelas – Alocação” que traz marcações das variações com porcentuais à escolha, facilitando encontrar o que variou entre períodos.

O Apps consiste de diversas aplicações. Vamos a elas:

  • Visões (somente AWS por enquanto): dashboards para custos mais difíceis de identificar
    • Data Transfer: produtos, componentes ofensores, custos inter-região e inter AZ – não tenha surpresas!
    • S3: storage vs data transfer vs operações;
    • EC2 Horas: quebra por horas sob demanda, reservadas, spots, savings plan;
    • EC2 Spot;
    • Lambda;
    • DynamoDB;
    • RDS Horas;
    • Nat Gateway: o quê e como está consumindo – sugerimos investigar bem se fizer uso massivo…
    • em breve disponível também para Azure e GCP

 

  • Budgets (MultiCloud): relatórios, notificações e acompanhamento de orçamentos
    • multiplos provedores produtos e tags
    • fórmula: por custo fixo, estimativa, porcentual de variação em relação ao mês anterior;
    • moeda: dólar ou real;
    • compatível com revenda: escolha se usará markup da revenda ou cliente final;
    • compatível com Unidades de Negócios;
    • notificações diversas;
    • acompanhe se o budget está em linha ao longo dos meses

 

  • Inventário (MultiCloud): extraia a lista de componentes por produto no período à escolha e faça análises de variações, para entender os principais ofensores e também exportar/conciliar os dados no seu CMDB preferido.O inventário também agrupa os componentes quando faz sentido. Por exemplo, traz os discos e snapshots pertencentes aos servidores e assim mostrar o custo real e total do componente principal;

 

  • Untagged: acompanhe quais componentes não possuem tags e faça um rateio perfeito – veja abaixo em ‘Bônus’ o link para o documento de FINOPS.

 

[Execução] Ações imediatas

 

Que tal reduzir custos hoje mesmo no AWS, Azure e Google Cloud? 
  • passar um pente fino nos componentes mais caros e entender o custeio;
  • ligar e desligar instâncias – fora do horário comercial, finais de semana;
  • ligar e desligar bancos de dados – fora do horário comercial, finais de semana;
  • ligar e desligar AWS Redshift – fora do horário comercial, finais de semana;
  • upgrade e downgrade de instâncias – perfis menores em horários de baixa demanda;
  • upgrade e downgrade de banco de dados (tipos de todos, customizados do GCP, SQL Pools do Azure);
  • troca de disco no AWS EBS – mudar magnético e SSD sem reboot e transparente – economia de até 50%!;
  • componentes sem uso;
  • servidores parados que podem ser transformados em snapshots;
  • aplicar politicas de retenção aos backups conforme as regras de negócios, por instâncias e banco de dados (produção, testes, etc), para evitar armazenar mais do que o necessário;
  • redimensionar instâncias e banco de dados de acordo com ociosidade de memória, CPU, uso de discos;
  • usar tipos mais novos;
  • copiar instâncias e banco de dados para regiões menos custosas;
  • limpar serviços e componentes instalados a fim de reduzir uso de CPU e espaço em disco;
  • revisar tamanho e tipo (magnético vs SSD) dos discos;
  • revisar a transferência de dados – sistemas, componentes, transferência entre regiões;
  • usar o Melhores Práticas: + de 125 regras sendo 26 focadas em redução de custos;

Tudo o que citamos você pode realizar nas ferramentas dentro do Cloud8. Utilize a plataforma de custos para análise e o agendador de tarefas para executar os workflows de redução de custos.

Veja a comparação entre utilizar o Cloud8 ou fazer a automação dentro de casa – https://www.cloud8.com.br/ajuda/comparativo-automacao-cloud/

[Bônus] FINOPS – gestão de processos com tags

Criamos um documento com as melhores práticas na gestão da infraestrutura, do ponto de vista de negócios, ou seja,descrevendo como utilizar tags para rateios, relatórios, anomalias, enfim, trazer para a área de negócios todo o potencial de análise técnica.

Confira: [ Cloud8 FinOps PDF ] 


Ficou com alguma dúvida ou tem uma sugestão? Adoraríamos ouvir de você!

Não deixe de fazer o trial gratuito – https://www.cloud8.com.br/ –  e conte conosco para ajudá-lo a identificar os custos ofensores e ajudar a reduzir custos imediatamente.

Fale conosco via e-mail para contact@cloud8.com.br, ou se preferir agendar uma conversa ou demonstração sem compromisso, clique aqui.

Equipe Cloud8

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *