/blog

Segurança, análise avançada de custos em cloud, tags

Gostaríamos de compartilhar que nosso CIO foi indicado pelo iMasters como um dos profissionais mais influentes da área de infraestrutura de TI do Brasil:

http://www.imasters.com.br/desenvolvimento/melhores-de-2013-infra

Seguem as últimas novidades.

Gestão avançada dos custos

Até o presente momento, o Cloud8 possuia 2 visualizações para o acompanhamento dos custos: total por serviço e tags detalhadas.

Nesta nova versão ‘beta’, introduzimos a análise dos custos e o consumo de recursos por combinação de dimensões.

As dimensões selecionadas serão agrupadas em uma árvore hierárquica ordenada pelo recurso que gastou mais dentro dela. Ao se selecionar um item, mostramos no gráfico o custo e o consumo de recursos ao longo do tempo.

newcosts-1

Você pode ter uma visão do todo para o detalhe (ex: produto até o ID) e vice-versa.

Com esta análise é possível responder a perguntas:

  • Qual são os recursos que mais custam? (Detalhes nivel III + AWS ID);
  • Qual o meu custo de transferencia de dados por região (e por recurso)? (Produtos AWS Detalhes + Região + AWS ID)
  • Quantas queries de DNS meus dominios recebem? (Produtos AWS Detalhes + Detalhes Nivel II + AWS ID)
  • Utilize a sua tag e faça a combinação que desejar!

Nota: Por enquanto estamos usando as definições e abreviações do próprio AWS. Alguns cenários podem não ser tão intuitivos, mas pretendemos no futuro, baseado na demanda dos clientes, traduzir para termos mais amigáveis.

Segurança, Acesso SSH e Heartbleed

Fizemos diversas mudanças técnicas e de processos para fortalecer ainda mais a segurança da empresa. Além de mudarmos o tipo de encriptação de todos os dados sensíveis, adicionamos uma camada extra de checagem de requisições sem comprometer a performance.

Atualizamos o nosso aplicativo de acesso direto ao SSH e SCP, configurando um certificado digital para legitimar nossa licença e tornar o acesso ainda mais seguro. Já que podemos armazenar as suas chaves privadas (https://www.cloud8.com.br/blog/importacao-de-chave-privada-melhorias-no-agendador-limpeza-de-backups-copiados/) , é nosso dever zelar ainda mais pela segurança.

newcosts-3

Aproveitando o tema da segurança, também tomamos todas as medidas para mitigar o Heartbleed (http://heartbleed.com/) . Há extensa documentação na web de como proceder com as atualizações, mas se você utilizar o Amazon Linux, dê uma olhada nestas instruções (https://aws.amazon.com/amazon-linux-ami/security-bulletins/ALAS-2014-320/) . Vale lembrar que o bug não está restrito somente aos servidores, mas também aos softwares clientes. Não se deu tanto atenção na web em geral, mas é importante checar o que é conhecido como o Hearbleed reverso (http://blog.meldium.com/home/2014/4/10/testing-for-reverse-heartbleed) .

Permissões detalhadas para o perfil ‘financeiro’

Com mais e mais usuários além da área de TI acessando o Cloud8, começamos a atender demandas mais específicas, permitindo mais flexibilidade e expandindo os nossos casos de uso.

O primeiro passo foi criar a opção de definir quais ações o perfil financeiro pode executar dentro do Cloud8. No cenário abaixo, o time de TI quer delegar todo o acompanhamento e análise de custos para o time financeiro, mas não deseja que eles acessem o plano contratado junto ao Cloud8.

newcosts-2

Suporte a tags em mais componentes

Suportamos a adição/remoção/edição de tags em mais componentes além de servidores: discos, imagens/backups, snapshots e grupos de segurança.

Outros

  • Suporte a análise de custos para Amazon Workspaces e Alexa Webservices;
  • Atualização de todos os preços dos servidores e inclusão das instâncias do tipo R3 (nova geração com mais memória);
  • Agendador: é possível ter servidores com nomes iguais e agendados para exatamente o mesmo horário;
  • Novas imagens Linux e Windows cadastradas;

Possui sugestões ou críticas? Não deixe de nos contactar!

Obrigado!
Equipe Cloud8

Conheça o Cloud8! Acesse nossa calculadora e simule o seu cenário, ou crie sua conta para um teste de 15 dias sem compromisso clicando aqui.

Comentários